Fechar [X]

DJ Primo morre em São Paulo aos 28 anos

Foto cedida pelo amigo Parteum em um momento de felicidade de DJ PR!MO ao lado de outros artistas.  False

Por Marcos Hiroshi

Curtir

09/09/2008

O DJ Primo morreu na madrugada da segunda-feira, dia 8 de setembro, no Hospital das Clínicas em São Paulo. Aos 28 anos, Primo deu entrada no hospital por volta da 1h30 da manhã e faleceu cerca de três horas depois, vítima de pneumonia segundo assessoria de imprensa do hospital.

O Alexandre Muzzillo Lopes, aka DJ Primo, iniciou seus trabalhos em eventos que unia duas de suas paixões, o hip hop e o skate. Natural de Curitiba, Primo foi o DJ oficial da 1ª Edição do Circuito Drop Dead Skate Park realizado em 1999. Lembro-me que antes de iniciar as competições e entre os treinos era sempre um dos skatistas que aproveitavam a pista livre para dar um rolê de skate. Pessoa de vibrações positivas acompanhou por muitos anos também as turnês da Drop Dead nesta época.

“É uma pessoa que vai deixar saudade, pelo carisma, bom humor e companherismo. Escreveu o nome no skate nacional como um dos melhores DJs de campeonato de skate de todos os tempos”. -  fala Ed Scander, atual Diretor Esportivo da CBSk, que na época era o organizador do Circuito Drop além de trabalhar na Drop Dead.

No universo do hip-hop conquistou reconhecimento e trabalhou com alguns dos principais nomes da cena como Marcelo D2, Afrika Bambaata, Helião e Negra Li e Kamau e Parteum.

"O Primo era uma dessas figuras raras na cena. Um desses irmãos que surge de tempos em tempos, e nos faz lembrar do ideal humano, da gentileza e da coragem necessária pra lidar com nossos sonhos.
Descanse em luz, Primo!"
– fala Parteum sobre a perda do amigo.

"Muitos o chamavam de PR!MO, eu o chamo de irmão. Parte essencial da minha caminhada nesse meu novo capítulo principalmente. Ele foi tocar num outro ambiente. Logo mais a gente chega pra prestigiar..."  - lamenta Kamau. Lembrando que o DJ Primo produziu duas faixas do primeiro disco solo de Kamau (recentemente lançado) também foi o responsável pela maioria dos scratches deste álbum, além ter sido o DJ nos últimos shows.

O DJ começou a carreira em 1996 e desde 2002 morava em São Paulo, onde atualmente apresentava o programa Manos e Minas ao lado do rapper Rappin Hood, que também sente muito a morte do amigo: "A cena do hip hop brasileiro perdeu um de seus principais DJs. Ele aliava a técnica ao estilo pessoal, além de ser muito querido e de ter conquistado todos os DJs da velha guarda. Era um cara altamente respeitado e conceituado. Um dos poucos com nível para competir internacionalmente e representar o Brasil." (comentário cedido ao site www.rollingstone.com.br)
 

Acesse o Myspace do DJ Primo e confira alguns dos últimos trabalhos produzido por ele.

Notícias relacionadas
Mais notícias

Para acessar com a sua conta do Facebook, é necessário que você esteja cadastrado no site.

Já sou Cadastrado! Cadastre-se

Para acessar com a sua conta do Twitter, é necessário que você esteja cadastrado no site.

Já sou Cadastrado! Cadastre-se