Fechar [X]

Entrevista - Willians Dentinho

Willians Dentinho  False

Por Renato Custódio

Curtir

15/05/2009

É difícil passar meia hora ao lado dele sem uma risada sarcástica de algo surreal. Aprendeu seu dialeto das ruas com muita influência do centro de São Paulo e Zona Norte do Rio. Talvez essa convivência interestadual lhe rendeu ótimas gírias e inseriu algumas novas formas de comunicação no seu dia-a-dia. Seja através do orkut, msn, telefone celular ou até mesmo ao vivo. Pode acreditar, a qualquer hora que você esbarrar com ele na Barra - RJ, no Vale - SP, no Milo ou na lanhouse mais próxima desses lugares: "É quenti!"

Você nasceu aqui em São Paulo, na zona norte, mas escolheu o Rio de Janeiro para viver, quais os principais motivos?
 
São paulo é bem legal, sempre que volto para a cidade, encontro com meus amigos de mil anos atrás o que é muito bom, pois vejo que são os mesmos caras de quando eu comecei a andar de skate. Logo na primeira vez que fui pro Rio de Janeiro me encantei muito com o clima, com as pessoas, os picos e tudo em geral. Passaram-se 3 meses e eu já estava morando lá. Rsrs

Então você preferiu carregar seus 80GB de música no seu IPOD aqui em São Paulo e ouvir aí no Rio?
 
Quando estou em São Paulo gosto de ir na casa dos caras pegar algumas coisas novas, principalmente na do Cotinz e do Renato Custódio, porque eles flagram os sons novos. No Rio, pego os vídeos de skate e do Chapolin, melhor coisa do mundo. 
 
Fale 03 bandas que jamais serão deletadas do IPOD e o que jamais deveria ter entrado.
 

David Bowie, Joy Division, The Smiths. Hum, é difícil ter alguma coisa que não gosto no Ipod. Gosto de tudo, porém uma vez apareceu um tango sei la dá onde, lembrei do Esteban na hora, haha, tive que tirar, era meio ruinzinho de ouvir. 
 
Ano passado você saiu pela primeira vez do Brasil rumo à Buenos Aires, na Argentina. O que mais lhe marcou nessa viagem?
 
Os picos espalhados pela cidade são perfeitos, e os argentinos também são bem legais. Mas na barca que eu fui, só tinham amigos, foi muito style, diversão garantida. 
 
Você é um skatista que todo mês tem suas contas para pagar, mas nunca deixou que elas tomem conta do seu humor. O que o skate acrescentou durante toda sua vida?
 
Skate me faz feliz, acertar manobra nova e dar risadas com os amigos. Isso é vida!
 
Digamos que um dia as contas não existam mais, onde você viveria e quais os lugares que não deixaria de visitar?
 

No mesmo lugar de sempre, no Rio de Janeiro. Ah, se um dia acabar as contas vou continuar o mesmo Willians de sempre. Não ando de skate por contas ou outros motivos de negócios,  gosto de andar de skate, me sinto muito feliz por isso. Viver!

Como foi a sua entrada na 5Boro?

Mandei o meu promo para eles sem imaginar o que poderia rolar e os caras da 5Boro enviaram um e-mail para a Crail dizendo que tinham gostado bastante do meu skate. Fiquei muito feliz ao saber que faria parte da marca, ainda mais depois de saber que o Rafael Gomes estava na marca. Mas o melhor de tudo mesmo é usar shape de maple, haha, melhor coisa que poderia acontecer.

Como surgiu a idéia de fazer uma parte no vídeo "Antihorário - Volume 1 ladoB", sem a lixa do skate.


Agente já estava filmando para o Volume 1 lado B e não estava nada elegante, muito ruim. Íamos nos picos e não rolava nada e resolvemos pensar numa parada. Quando estava quase saindo a manobra, aparecia um segurança e mandava a gente embora, muito nada a ver. Na hora pensei: “nossa, vou fazer outra parte zuada, era só o que me faltava”, mas com o tempo as coisas começaram a fluir. O Cotinz veio para o Rio fazer as imagens que faltavam para finalizarmos a minha parte mas eu estava sem lixa para andar e ele disse: “falta poucos dias para sair o vídeo, a gente dá um jeito”. Começamos a filmar todos os dias sem lixa, e em todos os picos que nós chegávamos os caras não acreditavam que eu estava andando sem lixa. Quando me dei conta, já tinha bastante coisa legal filmada sem lixa e pedi para o Cotinz usar no bônus do vídeo, mas no final das contas acabou sendo incluído na minha parte do vídeo e deu tudo certo.

Existe algum novo projeto do qual vai fazer parte?

Tenho certeza que esse ano vai ser tão legal quanto o ano passado, estou começando a filmar algumas manobras para minha parte em um vídeo que vai se chamar Prisma. É só aguardar. 
 

Notícias relacionadas
Mais notícias

Para acessar com a sua conta do Facebook, é necessário que você esteja cadastrado no site.

Já sou Cadastrado! Cadastre-se

Para acessar com a sua conta do Twitter, é necessário que você esteja cadastrado no site.

Já sou Cadastrado! Cadastre-se